DANIELA MERCURY - SOL DA LIBERDADE + BONUS 'CD' ''BRA'' (Baratos Afins)

Duplo clique para aumentar imagem

Reduzir
Aumentar

Mais Imagens

  • DANIELA MERCURY - SOL DA LIBERDADE + BONUS 'CD' ''BRA'' (Baratos Afins)

DANIELA MERCURY - SOL DA LIBERDADE BONUS 'CD' ''BRA''

Seja o primeiro a avaliar este produto

R$26,00

Em estoque

1 Sol da Liberdate Daniela Mercury Daniela Mercury 4:35 Rdio


2 Groove de la Baiana Paulo Vascon / Jorge Zarath Daniela Mercury 4:12 Rdio


3 Ilê Pérola Negra Guiguio Daniela Mercury 5:50 Rdio


4 Santa Elena (Santa Helena) Marcio Mello Daniela Mercury 5:18


5 Axé Axé Caetano Veloso Daniela Mercury 4:04


6 Itapu @ No 2000 Lucas Santtana Daniela Mercury 3:41 Rdio


7 Sou Voc Caetano Veloso Daniela Mercury 3:59 Rdio


8 Dara Daniela Mercury Daniela Mercury 4:32 Rdio


9 Funk da Decepção Marcio Mello Daniela Mercury 4:03 Rdio


10 Sò No Balanco Do Mar Lenine Daniela Mercury 3:41 Rdio


11 Viagem Vanessa da Mata Daniela Mercury 4:28 Rdio


12 De Tanto Amor Erasmo Carlos / Roberto Carlos Daniela Mercury 3:46 Rdio


13 Crençia y Fé Beto Jamaica Daniela Mercury 4:33


14 Ilé Perla Negra Daniela Mercury 4:02 Rdio


15 Ilé Pérola Negra Guiguio Daniela Mercury 4:29

Detalhes

Sol da Liberdade (2000) marcou uma nova direção para a Mercury. Dirigido por uma variedade de produtores - Andres Levin, Will Mowat, Juan Vicente Zambrano, e mais curiosamente Emilio Estefan, Jr., bem como a si mesma Mercury - Sol da Liberdade é mais estilisticamente experimental do que seus álbuns anteriores. A intenção parece ser a de que o álbum deve ter um pouco de algo para todos, e, de fato, mesmo que o estilo principal é axé, é flexionado em uma série de modas, especialmente em termos de música eletrônica orientada a batida. Sol da Liberdade é nenhuma obra-prima, mas é sem dúvida interessante para contemplar e é muito divertido de explorar. "Ilê Pérola Negra", uma das duas produções Estefan, estava entre os maiores sucessos de Mercury até o momento. Outros destaques incluem "Sulco de la Baiana," uma canção popular durante o Carnaval da Bahia 2001, e "Axé Axé", uma das duas canções escritas por Caetano Veloso. Sou de QUALQUÉR Lugar (2001) continuou deriva de Mercúrio para a música eletrônica - e, portanto, longe da mundanidade relativa de Feijão com Arroz. Novamente, ela emprega um estábulo de produtores - Ramiro Musotto, Celso Fonseca, Marcelo Sussekind, e Cesário Leony, além de si mesma - e empurra axé em um novo território. Ao fazê-lo, ela foi agraciada com músicas de Lenine ("De QUALQUÉR Lugar"), Brown ("Baiana Havaneira"), Márcio Mello ("Beat Lamento") e Gil ("Quem Puder Ser Bom Que SEJA"); ela abrange canções de Chico Science ("A Praieira") e Rita Lee ("Mutante"); e canta algumas canções escritas por ela mesma ("Aeromoça", "Ata-me", "Nina"). Os críticos não foram muito impressionado, e sua base de fãs, evidentemente, não era qualquer um. Consequentemente, Sou de QUALQUÉR Lugar vendeu muito pouco; na verdade, era ela menos vendido novo álbum até à data, sem contar sua estréia não uma grande gravadora.

Informação Adicional

Artista DANIELA MERCURY
Formato da Mídia CD
Gravadora SONY&BMG
Origem BRASIL
Nº de Faixas 15
Código Identificador (SKU) BMG173818

Comentários do Cliente

Queremos saber sua opinião

Apenas usuários registrados podem comentar. Por favor, identifique-se ou cadastre-se

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.