MILTON NASCIMENTO - DOSE DUPLA VIP (TAMBORES DE MINAS)      'DVD'      ''BRA''

Duplo clique para aumentar imagem

Reduzir
Aumentar

Mais Imagens

MILTON NASCIMENTO - DOSE DUPLA VIP (TAMBORES DE MINAS) 'DVD' ''BRA''

Seja o primeiro a avaliar este produto

R$50,00

Em estoque

Superstar internacional canto e compositor Milton Nascimento pode ter suas raízes no Brasil, mas suas músicas tocaram o público de todo o mundo. Nascido no Rio, os pais adotivos de Nascimento, ambos brancos, trouxe para Três Pontas, uma pequena cidade no estado de Minas Gerais, quando ele tinha dois anos. Sua mãe cantava em um coral e em festivais de música locais, muitas vezes acompanhado por Milton. O pai de Nascimento era um funileiro eletrônica, professor de matemática, e em um ponto correu uma estação de rádio local, onde um jovem Milton ocasionalmente trabalhava como DJ. Ele começou a cantar como um adolescente. Quando ele tinha 19 anos, Nascimento mudou-se para a capital Belo Horizonte e começou a cantar em qualquer lugar e sempre que podia. Por fim, ele pegou uma pausa quando a cantora Elis Regina gravou uma de suas músicas, "Canção do Sal", em 1966. Regina pegou uma vitrine em um programa de TV popular brasileira, e após a realização do Festival Internacional da Canção do Brasil no ano seguinte, sua carreira foi lançado.

Clube Da Esquina
Em 1972, ele colaborou com letristas companheiro Márcio Borges, Fernando Brant, Ronaldo Bastos, e outros amigos para gravar Clube da Esquina, um álbum duplo que impulsionou três singles de sucesso, incluindo "Cais (Dock)" e "Cravo e Canela (cravo e canela ). " Os singles ainda estão sendo gravados e se tornaram padrões no Brasil ao longo dos anos. Desde que ele começou a gravar com sua estréia auto-intitulado em 1967 para o selo Codil, Nascimento compôs e gravou 28 álbuns.

O Planeta Azul Na Estrada do Sol
Muitas realizações de Nascimento incluir indicações ao Grammy por seu O Planeta Azul na Estrada do Sol, em 1992, e em 1995 para a Warner Bros sua estréia, Angelus. Nascimento também é vencedor do 1992 Down Beat 'Poll e de 1991 para baixo Leitores beat' Critics Poll internacionais. Nascimento já excursionou por todo os EUA, Europa, Japão e América Latina.

Coragem
Sua extensa discografia inclui Coragem, um álbum de 1969 de A & M e Milton Nascimento no mesmo ano para a EMI Odeon, Milton, também pela gravadora EMI Odeon, gravado em 1970, e depois mais quatro álbuns para a etiqueta EMI Odeon: Clube da Esquina (1972 ), Milagre dos Peixes (1973), Milagre dos Peixes (Ao Vivo) (1973), e Minas (1975).

Native Dancer
Seus outros títulos incluem Native Dancer (CBS, 1976), Geraes (EMI Odeon, 1976), Milton (A & M, 1977), Clube da Esquina 2 (EMI Odeon, 1978), um caso brasileiro Love, uma colaboração com George Duke (CBS Records, 1980), Journey to Dawn (A & M Records, 1979), e uma série de cinco álbuns Ariola: Sentinela (1980), Caçador de Mim (1981), Missa dos Quilombos (1982), Anima (1982), e Milton Nascimento ao Vivo (1983).

Encontros e Despedidas
Sua produção pelo resto dos anos 1980 e 90 tem sido constante e confiável, embora nunca musicalmente previsível. Como qualquer verdadeiro jazz e pop veterano, Nascimento tem uma profunda necessidade de manter a desafiar a si mesmo, em voz alta, liricamente, e estilisticamente. Outros lançamentos de Nascimento incluem Encontros e Despedidas de Barclay em 1985, Corazon Americano para PolyGram, em 1986, A Barca dos Amantes de Barclay em 1986, Milton / RPM para a Epic / CBS em 1987, Yauaretê para a CBS em 1987, Miltons, em 1988, para a CBS, Txai para a mesma etiqueta em 1990, e O Planeta Azul na Estrada do Sol para a CBS em 1991.

Amigo
Em meados dos anos 90, Nascimento passou a Warner Bros lançou dois excelentes álbuns prontamente disponíveis para o rótulo, Angelus, sua gravação de 27, em 1995, Amigo, em 1996, Nascimento, em 1997, e Crooner em 1999. Ele voltou depois de um breve hiato em 2003, com Pieta, seguido por The Essential Collection: O Melhor dos Anos EMI Odeon (1969-1978) em 2006.

Esta estrela brasileira carismático só não vai desacelerar tão cedo, e se ele está embalando um estádio no Brasil ou cantando em um clube em Nova York, sua persona palco experiente permite que todos na platéia a sentir como se estivessem em sua vida quarto. No Angelus, ele se juntou com o saxofonista Wayne Shorter, que presta homenagem a 1975 LP Native Dancer do Nascimento, o ponto alto das quais foi a síntese entre a voz de Nascimento e saxofone de Shorter. Esse álbum ajudou a solidificar o lugar de Nascimento no jazz internacional e da cena pop em 1970. Tudo o que ele escreve e canta sobre, seja do planeta, formas de viver e amar e morrer, sua música sempre carregou um espírito eternamente otimista. Como ele entrou no milênio, Nascimento ganhou um Grammy de Melhor Álbum Pop Contemporâneo para Crooner de 1999, os primeiros anuais Grammy Latino no outono de 2000.

Detalhes

CD 01. O Que Foi Feito Deverá / O Que Foi Feito De Verá 02. Cavaleiros do Céu 03. Calix Bento 04 Paula & Bebeto 05. Leão 06. Corsário 07. Caçador de Mim 08. Ponta de Areia 09. O Rouxinol 10. 14. E Agora, Rapaz? 11. Guardanapos de Papel 12. Janela para o Mundo 13. Levantados do Chão 14. San Vicente 15. Nos Bailes da Vida 16. Os Tambores de Minas 17. Canções e Momentos DVD 01. O Que Foi Feito Deverá 02. O Que Foi Feito De Verá 03. Cavaleiros do Céu 04. Paula e Bebeto 05. Leão 06. Corsário 07. Caçador de Mim 08. Ponta de Areia 09. A Sede do Peixe (Para o Que Não Tem Solução) 10. Para Lennon e McCartney 11. Queremos Deus 12. Louva-a-Deus 13. O Rouxinol 14. E Agora, Rapaz? 15. Guardanapos de Papel 16. Janela para o Mundo 17. Levantados do Chão 18. San Vicente 19. Nos Bailes da Vida 20. Os Tambores de Minas 21. Canções e Momentos 22. Redescobrir 23. Canção da América

Informação Adicional

Artista MILTON NASCIMENTO
Formato da Mídia CD + DVD
Gravadora WEA
Origem BRASIL REGIAO ''ALL''
Nº de Faixas 39
Código Identificador (SKU) WMV 97329

Comentários do Cliente

Queremos saber sua opinião

Apenas usuários registrados podem comentar. Por favor, identifique-se ou cadastre-se

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.