MPB4 - CONTIGO APRENDI       'CD'    PAC      ''BRA''

Duplo clique para aumentar imagem

Reduzir
Aumentar

Mais Imagens

MPB4 - CONTIGO APRENDI 'CD' PAC ''BRA''

Seja o primeiro a avaliar este produto

R$38,00

Em estoque

01 Sabe Deus ( SABRA DIOS )
Autores: - Álvaro Carrillo - Versão : Caetano Veloso
Participação Especial do Quarteto Maogani

02 A Barca ( LA BARCA )
Autores: Roberto Cantoral- Versão : Carlos Rennó
Participação especial – Duofel

03 Contigo na distância ( CONTIGO EN LA DISTÂNCIA )
Participação do Trio Madeira Brasil

04 Contigo aprendi ( CONTIGO APRENDI )
Autores: Armando Mazanero - Versão : Miltinho
Participação Especial de Toninho Horta

05 Quiçá, Quiça, Quiça ( QUIZAS QUIZAS QUIZAS )
Autores: – Osvaldo Farrez Versão :Hermínio Bello de Carvalho
Participação Especial do Trio Madeira Brasil

06 Eu amei uma vez ( SOLAMENTE UNA VEZ )
Autores: Agustin Lara - Versão : Fernando Brant
Participação Especial de Toninho Horta

07 Tu me acostumaste ( TU ME ACOSTUMBRASTE )
Autores: Frank Dominguez - Versão Abel Silva
Participação Especial do Quarteto Maogani

08 Sabor em mim ( SABOR A MI )
Autores: Álvaro Carrillo - Versão : José Carlos Costa Netto
Participação Especial de Duofel

09 Noite de Ronda ( NOCHE DE RONDA )
Autores: (Maria Tereza Lara) -Versão : Paulo Cesar Pinheiro/Paulo Frederico)
Participação Especial do Quarteto Maogani

10 Mulher ( PERFÍDIA )
Autores: Alberto Dominguez Versão : Carlos Colla
Participação de Toninho Horta.

11 Relógio ( EL RELOJ )
Autores: Roberto Cantoral Versão : Celso Viáfora
Participação Especial de Duofel

Detalhes

O MPB4 tomou esse nome quando a sigla estava ainda em vias de ganhar a acepção que comumente lhe damos hoje. É uma definição de não-gênero (ou de quase-gênero) que engloba a produção de música popular feita no Brasil por autores e intérpretes majoritariamente oriundos da classe média letrada. O termo, de certa forma, se opunha, em seus começos, às formas importadas do pop internacional, às versões de música estrangeira e à criação popularesca de aspecto fácil ou vulgar. Com o passar do tempo, esse critério de discriminação foi mudando de forma e hoje, como diz uma locutora da rádio MPB FM, "MPB é tudo". Mas não é exatamente uma expressão que abarque o que indicam as iniciais que a formam: não significa, para quem a pronuncia ou a ouve, "música popular brasileira". Assim, você pode ouvir alguém perguntar se alguém é "axé ou MPB", "sertanejo ou MPB", mesmo "popular ou MPB". O quarteto de Niterói, que ajudou a forjar o conceito, nunca se restringiu a ele. Na verdade, criadores não cabem nem mesmo nos rótulos que se autoimpõem. Em muitos momentos da minha vida, amei o termo MPB por causa do conjunto, de sua história, de sua integridade, de sua rica despretensão. Se tomássemos os termos "música", "popular" e "brasileira" e nos perguntássemos sobre eles à audição do quarteto, sentiriamos que cada termo lhe é perfeitamente adequado. Desde a sua fundação (e atravessando os anos de colaboração com Chico Buarque) esse conjunto tem sido a voz do Brasil. Sem procurar emular as harmonizações do tipo americano dos grupos vocais dos anos 1940/50, eles criaram um estilo flexível e relaxado, atributos tão tipicamente brasileiros. À medida que o próprio termo que eles tomaram para apelido foi se abrindo para searas variadas, eles foram, sem alarde, aprofundando o olhar sobre nossa tradição viva (não nossa tradição oficializada ou fossilizada). Ouvi-los cantar boleros em versões para o português é reconhecer a profundidade com que a canção americana de língua espanhola entrou na alma das pessoas da nossa geração. Quem sai homenageada é a tradição de versões de boleros de que a verdadeira MPB pode se orgulhar. O bom gosto dos arranjos (onde o violão brasileiro aparece com sua delicadeza, sem deixar de honrar a garra de violões à Los Panchos) comprova a sinceridade e o carinho com que essas canções foram abordadas. São os caras de Niterói dizendo a cada um dos artistas que os ensinaram a fruir as belezas que vinham do México ou de Cuba, adaptando-as à língua portuguesa. Sinto ternura e orgulho por participar desse projeto tão rico, tanto musical quanto historicamente.

Informação Adicional

Artista MPB4
Formato da Mídia CD
Gravadora BISCOITO FINO
Origem BRASIL
Nº de Faixas 11
Código Identificador (SKU) SL0060

Comentários do Cliente

Queremos saber sua opinião

Apenas usuários registrados podem comentar. Por favor, identifique-se ou cadastre-se

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.